sábado, 13 de fevereiro de 2016

Policia intercepta droga em Antonina

A Polícia Militar recebeu denúncia que três indivíduos teriam saído de Antonina em um veículo VW Gol de cor branca para buscar drogas em Quatro Barras, região metropolitana de Curitiba, para ser comercializada na cidade. A denúncia ainda informava que um menor estaria entre os ocupantes do veículo, justamente para que assumisse a responsabilidade em caso de abordagem policial.
Foi então organizado o monitoramento dos veículos que chegavam à cidade nas proximidades do Km 4 da rodovia que dá acesso a Antonina quando por volta das 21h a equipe de Inteligência da 3ª Companhia Policial Militar visualizou um veículo com as características da denúncia. Foi realizado acompanhamento à distância e equipes do policiamento ostensivo realizaram a abordagem ao veículo suspeito que tentou evadir-se e Policiais Militares avistaram um objeto de volume considerável ser jogado pela janela do passageiro, parando alguns metros à frente.
Realizada a abordagem policial ao VW Gol de cor branca, placas JNK 4124 de Ponta Grossa, e identificados Marcos Valério Duarte, 31 anos, Gabriel Costa Dias, 19 anos, e um adolescente de 16 anos. Ao verificarem o objeto jogado de veículo, Policiais Militares localizaram uma sacola plástica com vários tipos de drogas, que após verificação foram contabilizados 155 gramas de maconha, 40 gramas de cocaína e 100 gramas de crack.
Perguntados sobre a procedência das drogas, o menor disse ter jogado pela janela do carro e Gabriel, proprietário do veículo, disse que Marcos e o adolescente haviam solicitado uma carona que seria paga com R$ 60,00 para o combustível com mais 50 gramas de maconha, pois Gabriel disse ser usuário do entorpecente. Marcos por sua vez optou em manter-se calado.
Foi dada voz de prisão para Marcos e Gabriel e apreensão ao adolescente, sendo todos conduzidos à 7ª Delegacia Regional de Polícia Civil de Antonina para procedimentos cabíveis.

quinta-feira, 11 de fevereiro de 2016

Números dos casos de dengue no litoral

O Paraná confirmou nesta quarta-feira (10) que 25 pessoas foram contaminadas com o zika vírus no estado e também que houve aumento de 40% nos casos de dengue

 De acordo com o novo boletim divulgado pela Secretaria do Estado de Saúde (Sesa), 11 casos do zika vírus são importados – ou seja, o paciente viajou para alguma região onde adquiriu a doença – e três pessoas foram contaminadas no próprios municípios. Dois casos são de Colorado, na Região Noroeste do estado, e um de Londrina, no norte do Paraná. Além desses, outros 11 casos ainda estão sob investigação que determinará a origem da doença.

Segundo a SESA, este é o número dos casos no litoral paranaense

quarta-feira, 10 de fevereiro de 2016

Litoral registra 14 mil casos com água-viva na temporada

Gazeta do Povo: Marcada pelas temperaturas elevadas e pelo tempo instável e chuvoso, a temporada de verão 2015/2016 se aproxima do fim com um outro número impressionante: faltando ainda dez dias para o encerramento da Operação Verão, o Corpo de Bombeiros já registrou 14.028 casos de queimaduras por águas-vivas no Litoral do Paraná. O número é 82,3% superior ao número de casos do verão passado.
A maioria das queimaduras ocorreu na praia de Matinhos, onde ocorreram mais de seis mil casos; Pontal do Paraná também teve um número elevado de veranistas queimados, 5,2 mil. Para se ter uma ideia, o verão de 2014/2015 teve o total de casos foi de 2,4 mil, inferior aos incidentes registrados somente em Guaratuba nessa temporada (2,5 mil).

Para a professora do departamento de zoologia da Universidade Federal do Paraná (UFPR), Maria Angélica Haddad, não há certeza sobre as causas dos surtos de incidência de águas-vivas no Litoral paranaense. “O clima nesse verão está muito atípico e as chuvas e ventos causados pelo fenômeno climático El Niño pode ter contribuído para aumentar os surtos periódicos. Mas não há uma única razão para o aparecimento dos animais”, explica.

Afogamentos

De acordo com relatório do Corpo de Bombeiros, entre os dias 23 de dezembro de 2015, quando iniciou a Operação Verão, até essa quarta-feira (10), foram registrados 893 afogamentos, oito dos quais resultaram em óbitos – três a mais do que os ocorridos durante a temporada de 2014-2015.
A morte por afogamento mais recente aconteceu na noite de terça-feira (9), na região da Prainha, no município de Guaratuba. A vítima, um homem de 74 anos, chegou a ser retirado da água pela filha em estado grave, com parada cardiorrespiratória, mas não resistiu e morreu no hospital.
Em 55 dias de Operação Verão, os policiais atuantes no Litoral realizaram ainda 34 mil advertências e auxiliaram 474 casos de crianças perdidas. Segundo a Casa Militar, a operação especial no Litoral envolveu o reforço de 500 bombeiros, 280 policiais militares e 30 policiais civis.

sábado, 6 de fevereiro de 2016

Epidemia de dengue impacta carnaval no Litoral do Paraná

Da Gazeta do Povo: O carnaval no Litoral do Paraná já sofreu impactos por causa do mosquito Aedes aegypti neste ano. Em Paranaguá, as festas foram suspensas por causa da epidemia de dengue e o público esperado na cidade portuária deve ser distribuído por outras cidades da região.
O carnaval no Litoral do Paraná já sofreu impactos por causa do mosquito
Em Matinhos, por exemplo, a prefeitura espera mais de 500 mil pessoas para o carnaval da cidade. Em Pontal do Paraná, a estimativa é de 150 mil foliões, 30 mil a mais do que o normal, segundo a administração municipal. Já em Guaratuba, a expectativa é reunir 750 mil foliões entre a sexta e a Quarta-Feira de Cinzas.
Paranaguá é a única cidade do Litoral do Paraná que enfrenta uma epidemia de dengue. De acordo com o último boletim divulgado pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesa), o município já registrou quatro mortes por dengue desde agosto de 2015. Foram notificados 2,9 mil casos, dos quais 956 foram confirmados, segundo o relatório da Sesa. A cidade também enfrenta problemas o chikungunya. Até agora foram dois casos confirmados e duas notificações.
Também houve notificações de chikungunya em outras cidades do Litoral: Guaratuba (1) e Pontal do Paraná (9). Pontal também já registrou uma notificação de zika vírus.
Publicidade
</div> <div id='passback-wba12cff41f'></div>

Alerta:Há casos notificados e até confirmados em outras cidades litorâneas. Em Antonina, por exemplo, foram 23 notificações e cinco casos confirmados desde agosto de 2015. A prefeitura chegou a suspender o carnaval, mas voltou atrás depois que a Sesa garantiu que não há risco de epidemia na cidade por enquanto. Para que seja considerada situação epidêmica, é preciso a confirmação de mais de 300 casos a cada 100 mil habitantes.
As cidades de Guaraqueçaba, Guaratuba, Morretes e Pontal do Paraná também têm casos confirmados. Em Matinhos, há 19 notificações, mas até agora nenhuma confirmação.

Prevenção: Para chamar a atenção para a prevenção ao mosquito Aedes aegypti, que transmite a dengue, zika e chikungunya, o governo do estado vai promover neste sábado (6) uma mobilização em todo o Paraná. A proposta da “Hora H”, que ocorre às 10 horas, é convocar a população para vistoriar suas casas e comércios e eliminar todo recipiente que possa acumular água e se tornar um criadouro do mosquito.
De acordo com a Secretaria de Estado da Saúde, mais de 90% dos criadouros encontrados pelas equipes de saúde no Paraná estão dentro de residências e quintais. O principal vilão é o lixo, mas todo objeto ou local que possa acumular água precisa ser verificado e eliminado.
Muitos focos do mosquito são identificados em locais de pouca visibilidade, como em pontos ocos de árvores, ralos, reservatórios de água de geladeiras e calhas, por exemplo.

sexta-feira, 5 de fevereiro de 2016

Foragido é preso em Pontal do Sul após fugir da abordagem e resistir à prisão

Um homem com mandado de prisão em aberto foi conduzido à delegacia na noite desta quinta-feira (04/02) após fugir da abordagem policial e resistir à prisão.
Os policiais militares estavam em patrulhamento pelo Bairro Mangue Seco, em Pontal. por volta das 20h10, quando avistaram uma pessoa em atitude suspeita e efetuaram a abordagem. O homem passou sua identificação, porém os dados não coincidiam. O suspeito se prontificou a entrar na residência para pegar seus documentos, momento em que correu e fugiu pulando muros de moradias próximas.

Em seguida os policiais encontraram o homem escondido embaixo da cama de uma outra casa. Ele tentou resistir à prisão, mas foi conduzido à Delegacia da Polícia Civil onde foi constatado que possuía um mandado de prisão em aberto.

quarta-feira, 3 de fevereiro de 2016

Programação de Carnaval em Pontal do Paraná

http://www.pontaldoparana.pr.gov.br/portalnovo/images/pontalmaiscarnaval.jpg
CARNAVAL
4/2/2016 – Quinta-feira
Abertura Oficial
Apresentação do Bloco Bunda Leste
Local: Calçadão de Praia de Leste - 21h

CARNAVAL ELETRÔNICO 
07/02 Domingo
Inicio às 16h00
Ao lado do Colégio Paulo Freire

TRIOS ELÉTRICOS
5 a 9/2/2016 – Sexta-feira a Terça-feira
Balneário Praia de Leste - Calçadão
Balneário Santa Terezinha - Calçadão
Balneário Ipanema - Praça Central
Horário de funcionamento do som das 20h às 2h

ESTRUTURA COBERTA
5 a 9/2/2016 – Sexta-feira a Terça-feira
Balneário Shangri-lá – Praça Central
Horário de funcionamento do som das 20h às 2h

MATINÊS

6 a 8/2/2016 – Sábado, Domingo e Segunda-feira
Balneário Shangri-lá - Praça Central – espaço coberto
Horário 16h
                                  
DESFILE DE BLOCOS

* Bloco Fusca Rosa
Data: 6 de Fevereiro de 2016
Local: Praia de Leste
Horário: 15h

* Bloco É Festa e Owh
Data: 6 de Fevereiro de 2016
Local: Shangri-lá
Horário: 18h30

* Bloco Bunda Leste
Data: 7 de Fevereiro de 2016
Local: Praia de Leste
Horário: 14h

* Bloco da Esquina
Data: 7 de Fevereiro de 2016
Local: Pontal do Sul
Horário: 17h

* Bloco Bola de Neve
Data: 8 de Fevereiro de 2016
Local: Ipanema
Horário: 15h

* Bloco da Esquina
Data: 8 de Fevereiro de 2016
Local: Pontal do Sul
Horário: 17h

Ação Integrada de Fiscalização Urbana é realizada em Paranaguá

A Prefeitura de Paranaguá, por intermédio dos órgãos de fiscalização municipal, com apoio da Guarda Civil Municipal, e órgãos de segurança pública do Estado, realizaram uma Ação Integrada de Fiscalização Urbana (AIFU) em diversos locais da cidade.

Na noite de sábado, dia 30, por volta das 21h, as ruas de Paranaguá ficaram movimentadas com um comboio policial, para realização da AIFU. De acordo com os responsáveis pela ação, um efetivo de aproximadamente 35 agentes públicos e 15 viaturas, entre carros e motos, participou da fiscalização em mais de 20 estabelecimentos comerciais (bares e lanchonetes) da cidade.

Durante a operação 101 pessoas foram abordadas pela Polícia Militar com o apoio da Guarda Civil Municipal e Polícia Civil, sendo uma presa por posse de drogas.

Participaram da ação integrada as Secretarias Municipais de: Segurança, Saúde, Fazenda, Urbanismo, Serviços Urbanos, Governo, em conjunto com a Guarda Civil Municipal, Polícia Civil, Polícia Militar, Juizado da Infância e da Juventude, e o Conselho Tutelar. Fiscais da Secretaria Municipal de Urbanismo notificaram 6 e autuaram 2 estabelecimentos comerciais que estavam funcionando de forma irregular.

Vale salientar que durante a ação integrada, equipes da ROMU (Guarda Civil Municipal) e a ROTAM (Polícia Militar) deram apoio a uma da equipe da Guarda Civil Municipal que havia acabado de efetuar a prisão de dois homens acusados de praticar assalto contra um posto de combustíveis no Jardim América.

quarta-feira, 27 de janeiro de 2016

Torre da RPC foi alvo de vandalismo em Pontal do Paraná

Na madrugada desta terça(26), a Torre da RPC, filiada à Rede Globo no Paraná, localizada entre os Balneários de Shangri-lá, e Carmery, em Pontal, foi alvo de vandalismo. Nossa equipe passou no local na noite desta terça e não foi visualizou a torre, que tinha uma altura de aproximadamente 30 metros. De acordo com informações, vândalos retiraram um dos cabos de aço da torre, ocasionando a queda.A equipe de engenharia de RPC está na cidade para retirar a torre e trocar por outra mais moderna, assim restabelecendo o sinal em Pontal.

terça-feira, 19 de janeiro de 2016

Casal de irmãos morre afogado em cachoeira de Morretes

Da Gazeta do Povo: Um casal de irmãos morreu afogado em uma cachoeira na região de Salto Fortuna, em Morretes. Segundo o Corpo de Bombeiros, a ocorrência foi final da tarde de sábado (16).
De acordo com a Polícia Militar (PM), o corpo da jovem de 22 anos foi localizado durante as buscas ainda no sábado, mas elas tiveram que ser suspensas devido à escuridão e à forte correnteza que se formou no local ao anoitecer. O corpo do irmão dela, de 25 anos, foi localizado no dia seguinte, por volta das 10h15.

Porta-voz do Corpo de Bombeiros no Litoral, o capitão Fernando Tratch relatou que o jovem entrou no lago da cachoeira para tentar atravessá-lo de uma margem à outra. Próximo à metade do percurso, ele não conseguiu mais nadar e começou a se debater na água. A irmã dele, que não sabia nadar, se jogou no lago para tentar socorrer o jovem, mas também se afogou.
O capitão explicou que o ponto mais profundo do lago tem aproximadamente oito metros, e que o local é de difícil acesso. Entre o estacionamento dos veículos e a cachoeira, é preciso percorrer um caminho por aproximadamente vinte minutos.
“É uma cachoeira mais retirada, mas é um local que muita gente frequenta”, alertou o capitão. Ainda segundo o porta-voz, o corpo do irmão, que foi encontrado somente no domingo de manhã, ficou preso próximo à cachoeira.
De acordo com o subcomandante do 8º Grupamento do Corpo de Bombeiros (Litoral), major Edson Oliveira Avila, a remoção do corpo do rapaz teve de ser feita com a ajuda do Batalhão Policial Militar de Operações Aéreas (BPMOA) . Ambos os corpos foram encaminhados ao Instituto Médico Legal (IML) de Paranaguá.
“Nesta época, além das praias, é comum que as pessoas procurem locais como rios, cachoeiras, lagos e represas para momentos de lazer e diversão, mas é importante que tenham sempre em mente a percepção do risco que estes locais oferecem naturalmente, e, justamente por conta disso, adotem medidas de prevenção”, orientou o oficial, em declarações à assessoria de imprensa da PM.
Ele ressaltou ainda alguns cuidados que devem ser tomados pelos banhistas em cachoeiras e rios: reconhecer o local (profundidade, correnteza, existência de pedras etc); não superestimar a própria capacidade física; não saltar de pedras; não ingerir bebidas alcoólicas; manter atenção constante nas crianças, entre outras.

segunda-feira, 18 de janeiro de 2016

Assalto em Canoas

Um homem foi assaltado na madrugada desta segunda(18) na orla do Balneário Canoas. Dois bandidos de bicicleta furtaram o celular e um relógio da vítima. A Polícia está fazendo diligencias em perseguição aos bandidos.

sexta-feira, 15 de janeiro de 2016

Dinheiro desaparece em Caminhão em Praia de Leste

Mais uma ocorrência envolvendo furto em Praia de Leste na tarde desta sexta(15). Uma vitima contatou a Polícia comunicando que cerca de R$ 3 mil reais desapareceram do seu caminhão enquanto a vítima estava almoçando em um restaurante. Foram capturadas imagens de câmeras de vigilância e agora a Polícia investiga o caso.

5° Boletim de Balneabilidade do Litoral

Divulgado nesta sexta-feira (15) pelo Instituto Ambiental do Paraná (IAP), o 5º Boletim de Balneabilidade da temporada 2015/2016 revelou que apenas três pontos, dos 63 monitorados em todo o estado, estão impróprios para banho. Os demais locais analisados pelo IAP apresentaram bons índices de balneabilidade e podem ser aproveitados pelos banhistas.

Dos 47 locais avaliados pelo IAP no Litoral, os únicos locais não recomendados aos veranistas são: a Ponta da Pita, em Antonina, e o Rio Nhundiaquara, na altura do largo Lamenha Lins, em Morretes. Esses locais se apresentam como impróprios para banho desde o início do verão.

quarta-feira, 13 de janeiro de 2016

Furto em Praia de Leste

Foi registrado um furto na tarde desta quarta (13) em Praia de Leste. Cerca de R$ 340,00 desapareceram no interior da residência. Segundo informações, a vizinhança não notou nenhuma movimentação, mas o proprietário deixou a janela do quarto dos fundos aberta. Foi registrado o boletim de ocorrência e agora a Polícia investiga o caso.

Lancha naufraga na Ilha do Mel

Uma lancha que serve de táxi náutico com aproximadamente 10 pessoas a bordo, entre elas uma criança de 4 anos, naufragou na manhã desta quarta (13) quando se aproximava do trapiche de Encantadas, na Ilha do Mel.
Policiais Militares que estavam no trapiche, perceberam a situação e junto com barqueiros que trabalham na região conseguiram resgatar todos os tripulantes. Eles foram colocados em embarcações maiores e levados até o trapiche.
Nenhuma das vítimas precisou de atendimento médico. Todos passam bem.

segunda-feira, 11 de janeiro de 2016

Ocorrência em Ipanema

Após abordagem em Pontal do Paraná (PR), rapaz com Mandado de Prisão em aberto é conduzido à delegacia pela PM
Um rapaz com Mandado de Prisão em aberto pelo crime de roubo foi abordado por policiais militares  e conduzido à delegacia. A ação ocorreu na madrugada deste sábado (09/01). Os policiais estavam em patrulhamento de rotina pela Avenida Deputado Aníbal Kury, em Ipanema, por volta das 2h40, quando avistaram algumas pessoas em atitude suspeita, sendo realizada a abordagem. Durante consulta no sistema a equipe verificou que um dos suspeitos tinha um Mandado de Prisão em aberto pelo crime de roubo. O rapaz, de 23 anos, foi levado à Delegacia de Polícia Civil para que as medidas cabíveis fossem tomadas.

Ilha do Mel recebe reforço no policiamento

iLHA DO mEL, 09 de Janeiro de 2016Operação da ROTAM, Canil e Ambiental na Ilha do MelA Ilha do Mel, recebeu reforço no policiamento para a temporada do “Verão Paraná 2015/2016” e os trabalhos já se iniciaram neste fim de semana. As ações se traduziram em abordagens policiais às pessoas que chegavam ao local por meio das embarcações legais e clandestinas em buscas principalmente de drogas, tendo em vista denúncias recebidas pela PM. As atividades se iniciaram na noite de sexta-feira (09/01) e seguiram até a noite deste domingo (10/01), no entanto continuam sem data de término.

As abordagens resultaram na lavratura de oito Termos Circunstanciados por porte ou uso de drogas e na apreensão de cerca de 30 gramas de maconha (cigarros e buchas), aproximadamente 10 gramas de haxixe e quatro pontos de LSD. Mais de 60 pessoas foram abordadas, das quais oito assinaram Termo Circunstanciado. “Isso demonstra, infelizmente, uma cultura de que o uso de entorpecentes neste paraíso turístico parece ser liberado, no entanto as pessoas que pensam desta forma e vêm para cá com esse propósito serão devidamente autuadas”, explica o capitão César Kamakawa, Subcomandante do 9º Batalhão da PM e do Verão Paraná 2015/2016 pela Polícia Militar do Paraná.

A Ilha do Mel já conta com policiamento fixo o ano inteiro com um posto de policiamento regular na Praia de Encantadas e com um de policiamento ambiental na Praia de Nova Brasília, os quais são responsáveis pela segurança pública em todos os 35 km de ilha. “Além das ações de abordagem, o patrulhamento ostensivo também será realizado a fim de proporcionar maior segurança aos turistas aqui presentes”, garante Kamakawa.

Durante os trabalhos na Ilha os policiais militares do efetivo regular do 9º Batalhão da PM e do Batalhão de Polícia Militar Ambiental (BPMA), além da Companhia de Operações com Cães do Batalhão de Operações Especiais (BOPE) vasculharam trilhas, vistoriaram barracas e revistaram malas e mochilas de veranistas que chegavam. “Com ajuda de um cão [Lotus], numa precisão impecável, foi possível localizar cigarros e buchas de drogas em compartimentos das mochilas e ambientes inimagináveis em algumas barracas”, conta.

O reforço no policiamento deve seguir até o fim da temporada, como uma malha de recobrimento ao policiamento regular e fixo já existente na Ilha do Mel. “Trazemos reforço neste período, exatamente por conta do número elevado de turistas paranaenses e até estrangeiros que escolhem a Ilha do mel como destino para passar férias ou somente passar o dia, junto deles também vêm para a ilha aqueles que acham que aqui é um local sem lei, no entanto encontram aqui o trabalho da PM”, explicou.

sábado, 9 de janeiro de 2016

Veículos são recuperados e foragido é preso pela PM em Matinhos

MAtinhos , 06 de Janeiro de 2016 07-01-2015 prisao de assaltante em matinhosPMPR- Um foragido da justiça foi preso e dois veículos furtados foram recuperados pela Polícia Militar. As ações distintas aconteceram nesta sexta-feira (08/01) em Matinhos. Em uma das ocorrências o homem foi preso após efetuar um roubo, sendo apreendido com ele três facas. Após a ocorrência de roubo, a vítima foi ao quartel para agradecer à equipe.

“Fomos informados, via COPOM (Central de Operações Policiais Militares), por volta das 8h40, de que uma mulher havia acabado de ser roubada por um homem na região central da cidade. Em contato com a vítima ela nos relatou as características do suspeito e contou que o mesmo tinha usado uma faca para praticar o crime”, conta o aspirante Bruno Greco Pazza que participou da ação.

Os policiais iniciaram patrulhamento pela região e avistaram o suspeito próximo à Prefeitura Municipal. “Fizemos a abordagem e com o homem localizamos três facas e o aparelho celular roubado”, conta o aspirante Pazza.

De acordo com o Oficial da PM, o homem, de 27 anos, era foragido da Colônia Penal. Ele foi levado, juntamente com as facas e o objeto recuperado, à Delegacia de Polícia Civil para serem tomados os procedimentos necessários.

Após a resolução da situação a vítima fez questão de cumprimentar os policiais militares que atenderam a ocorrência e parabenizá-los pelo excelente trabalho. “Por conta do atendimento que recebeu ela nos surpreendeu, nos procurou aqui na companhia da PM, trouxe bolo e refrigerante para a equipe como forma de agradecimento”, conta o capitão Reinaldo Anderson A. Machado, Comandante da Subarea II - Matinhos, durante o "Verão Paraná 2015/2016".

“Fazemos prisões e apreensões todos os dias, mas as vezes não recebemos um agradecimento com tanta intensidade como este. Ficamos felizes pelo mimo que ela nos trouxe, mas nossa maior recompensa é poder ir pra casa com a sensação de dever cumprido. Nosso objeto é fazer da melhor maneira possível o que estava ao nosso alcance”, acrescenta o capitão.

No mesmo dia, por volta das 13h15, os policiais recuperaram dois veículos que haviam sido furtados em Matinhos anteriormente. “Um Sandero, na cor branca, com placas de Curitiba (PR), foi localizado na Rua Honduras esquina com Avenida do Canal. O outro carro, um Pálio, na cor azul, com placas de Colombo (RMC), foi apreendido na Rua Jacarezinho, em Caiobá (PR)”, relata o aspirante Pazza.

Segundo o aspirante, os dois veículos estavam abandonados nestas localidades e foram apreendidos, sendo entregues na Delegacia de Polícia Civil para os procedimentos cabíveis. Ninguém foi preso.

sexta-feira, 8 de janeiro de 2016

4° Boletim de Balneabilidade do litoral


O Instituto Ambiental do Paraná (IAP) divulgou nesta sexta-feira (8) o 4º boletim de balneabilidade da temporada. Ao todo, são monitorados 47 pontos no Litoral e 16 no Interior.
Segundo as análises, no Litoral dois locais não estão recomendados para banho. A Ponta da Pita, em Antonina, e o Rio Nhundiaquara na altura do largo Lamenha Lins, em Morretes. Confira o boletim.

Dengue mata primeira vitima em Paranaguá


Karina Pratezzi, de 26 anos é a primeira vitima fatal da dengue em Paranaguá. Foi confirmado pela Secretaria da Saúde do Paraná o 1º caso de dengue hemorrágica na cidade litorânea. O caso já havia sido divulgado pelos familiares da vitima em uma rede social. Eles pediram doação de sangue para que possa enfrentar a redução de plaquetas no sangue da jovem. E na manhã desta sexta(08), a jovem não aguentou e faleceu no Hospital Regional do Litoral, em Paranaguá.

quarta-feira, 6 de janeiro de 2016

Primeiras atrações do Festival do Caranguejo 2016

Vem sendo confirmadas algumas atrações do Tradicional Festival do Caranguejo, que sempre é realizado no Balneário Shangri-lá. O festival vai acontecer do dia 08 ao dia 17 de janeiro. Já no primeiro dia do Festival, que será na sexta (08) a partir das 18h00, será realizada uma aula de Zumba e às 19h00, show com a Banda Kanoa e Danilo Dyba.
No sábado(09) novamente aulas de Zumba às 18h00 e Show com a Banda Big Time Orchestra às 19h00.
Em breve mais informações sobre mais atrações no Festival do Caranguejo 2016.

terça-feira, 5 de janeiro de 2016

Presos se evadiram da Cadeia de Pontal do Sul

Quatro presos escaparam da Cadeia de Pontal do Paraná, que fica no balneário de Pontal do Sul, no início desta madrugada de terça (5). Segundo o que foi apurado, os detentos cavaram um buraco em uma das celas e conseguiram fugir. Policiais civis que estavam no local perceberam a movimentação estranha dentro da carceragem e foram verificar o que estava acontecendo e encontraram montes de terra no meio de um dos cubículos. Tiros foram disparados para evitar que mais detentos fugissem da cadeia. Qualquer informação sobre o paradeiro dos fugitivos, ligar imediatamente para as Polícia Militar e Civil de Pontal do Paraná, nos telefones: 3457-1546 ou no 190. Os presos que fugiram são:
Magnum Rodrigo Ignácio - vulgo Magnum
Erlon André de Franca Souza - vulgo Erlon
Fernando Ricardo da Silva Santos - vulgo Nadinho
Leonardo Pereira Miranda Rosa - vulgo Léo

sábado, 2 de janeiro de 2016

Morte em Guaratuba

Um veranista foi morto a tiros em uma residência na Avenida Curitiba, em Guaratuba na manhã deste sábado (2), por volta das 10h30.


“A Polícia Militar foi acionada para atender a um caso de disparo de arma de fogo e se deparou com a vítima já em óbito. Ainda não se sabe se foi um assalto ou se o crime teve outro motivo”, comentou o capitão Márcio, da PM.

O corpo foi recolhido pelo Instituto Médico Legal (IML) e a delegacia de Guaratuba investiga o caso.

sexta-feira, 1 de janeiro de 2016

Chuveiros destruidos em Praia de Leste

Os banhistas do balneário de Praia de Leste, em Pontal do Paraná, estão temporariamente sem duchas na praia. A Companhia de Saneamento do Paraná (Sanepar) informou nesta quarta-feira (30) que os seis equipamentos que estavam na praia foram quebrados por vândalos.
Os equipamentos, que ficavam instalados em frente a quiosques da praia, devem ser substituídos, mas ainda não há data prevista para a troca. Conforme a Sanepar, a polícia investiga a autoria do vandalismo.
Além destas duchas, outras 54 foram instaladas em dez praias do Paraná. A água utilizada é extraída do lençol freático por bombeamento, tratada e filtrada antes de ser utilizada. Ela não pode ser consumida, contudo.

Incêndio em pousada na Ilha do Mel deixa uma pessoa morta

Uma pousada pegou fogo na madrugada desta quinta-feira (31) na Ilha do Mel, no Litoral do Paraná. Uma pessoa morreu. Segundo informações do Corpo de Bombeiros, a vítima seria o proprietário do estabelecimento.
Conforme a corporação, o incêndio foi registrado por volta da meia-noite. De início, a situação foi atendida por policiais militares que estavam de plantão na ilha. O deslocamento dos bombeiros demorou em torno de 30 minutos.
O relações-públicas do Corpo de Bombeiros no Litoral, capitão Fernando Tratch, disse que o imóvel foi destruído pelas chamas. Aparentemente, a maior parte da casa era de madeira, o que fez com que as chamas tomassem conta da pousada de maneira muito rápida.
“Chegando no local, a equipe viu que o imóvel estava tomado. E, basicamente, o trabalho foi de contenção para que não se espalhasse para residências vizinhas”, relatou.
O motivo do incêndio ainda terá de ser apurado. O corpo da vítima foi encontrado carbonizado no interior da residência. Informações eram que seria do proprietário da pousada

3° Boletim de Balneabilidade

O terceiro boletim de balneabilidade da temporada divulgado nesta sexta-feira (01) pelo Instituto Ambiental do Paraná (IAP) aponta a melhora da balneabilidade nos pontos monitorados no litoral e no interior.
No Litoral, dos 47 pontos monitorados durante a temporada, apenas dois estão indicados como impróprios para banho. Na avaliação anterior eram três. Nessa semana os locais contraindicados são a Ponta da Pita, em Antonina; o Rio Nhundiaquara na altura do largo Lamenha Lins. Já o Rio Marumbi, que na semana passada foi apontado como impróprio para banho, essa semana está como próprio para banho.


A cor vermelha indica que a água não é recomendada (imprópria), enquanto que a azul demonstra que a região está própria para banho.
MONITORAMENTO - O monitoramento da qualidade da água no Litoral, Costa Oeste e Norte do Estado é realizado desde a criação do órgão ambiental e avalia a concentração de bactérias Escherichia coli (E.coli) na água, que indica a possibilidade de contaminação por esgoto sanitário, de acordo com os padrões estabelecidos pelo Conselho Nacional do Meio Ambiente (Conama). As análises avaliam a possibilidade de uso da água para atividades de lazer de contato primário, ou seja, não indicada para consumo.
As amostras de água são coletadas do mar e dos rios nos dias e locais que registram maior fluxo de banhistas, ou seja, quando e onde há maior possibilidade de contaminação. Além disso, são coletadas amostras de locais onde há maior probabilidade de contaminação, como saídas de galeria de águas pluviais e foz de rios no mar.

Portos do Paraná aumentam produtividade em 30% e batem recordes históricos

Os resultados alcançados pela Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina (Appa) nos últimos cinco anos elevaram os portos paranaenses a um novo patamar de produtividade 30% superior aos anos anteriores. 
Entre 2005 e 2010 foram exportadas e importadas pelo Porto de Paranaguá 33 milhões de toneladas de cargas anualmente. Já entre 2011 a 2015, a movimentação ultrapassou a casa das 45 milhões de toneladas, o que representa um aumento de mais de 30% na produção. Em 2013, com produção em alta no campo e os preços das commodities no pico, o porto chegou ao seu recorde histórico de movimentação, com 46,1 milhões de toneladas. 

Nos últimos cinco anos foram registrados recordes na operação de quase todos os produtos movimentados pelo Porto de Paranaguá, o que dinamizou e impulsionou a economia do Estado. Por ano, são exportadas 7,5 milhões de toneladas de soja, 5,2 milhões de toneladas de farelo de soja, 4,2 milhões de toneladas de milho e 4,4 milhões de toneladas de açúcar. 
No sentindo contrário, abastecendo o campo, Paranaguá é o maior e mais importante porto do País na importação de fertilizantes, com 9,5 milhões de toneladas desembarcadas por ano. O montante representa cerca de 35% de todo o fertilizante importado pelo Brasil. 
Na movimentação geral, 2015 foi um ano especial. O porto conquistou sua maior movimentação em toda história ao longo de um único mês. Somente em abril, foram movimentadas 4,6 milhões de toneladas em cargas, resultado de uma série de investimentos em capacidade de movimentação, em operação no cais e em novas normas de eficiência para embarque e desembarque de mercadorias. 
MAIOR EXPORTADOR DE FRANGO – O Porto de Paranaguá também assumiu a liderança nacional nas exportações de carne de frango, com 1,25 milhões de toneladas exportadas, de janeiro a outubro de 2015. A marca supera em 14% o volume de 1,10 milhões de toneladas do produto enviadas pelos portos catarinenses de Navegantes e Itajaí. 
“A ampliação do modal ferroviário trouxe uma opção mais econômica para os produtores, fazendo com que a carne fosse canalizada para Paranaguá”, afirmou o secretário de Infraestrutura e Logística, José Richa Filho. Ele se refere aos investimentos feitos desde 2011 na modernização da Ferroeste para dobrar sua capacidade de operação. 
Para o diretor-presidente da Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina (Appa), Luiz Henrique Dividino, os investimentos na modernização do terminal paranaense trouxeram maior agilidade para as operações e impulsionaram as exportações. 

“A ampliação do cais do Porto e a aquisição de novos equipamentos possibilitaram um aumento de produtividade e trouxeram novas rotas de navios para Paranaguá. Além disso, temos a nosso favor todo o trabalho dos produtores rurais do Paraná que lideram a produção no País”, ressaltou Dividino. 
CORREDOR DE EXPORTAÇÃO – Nos últimos cinco anos, o Corredor de Exportação também chegou a resultados nunca antes alcançados. São recordes de movimentação anual, mensal e diária. Os números são fruto de diversos fatores, como aumento de produtividade, com investimentos em carregadores de navios, e a confiança do produtor no Porto de Paranaguá, que decidiu usar o terminal paranaense como forma de escoar a sua produção. 
Em de junho deste ano, o porto bateu a melhor marca de exportação diária de grãos, com 55 mil toneladas embarcadas em um período de 24 horas. No mesmo mês, o corredor alcançou o maior volume da história em exportação de grãos, com 1,91 milhão de toneladas movimentadas. Isso significa que 2015 foi o ano em que, pela primeira vez, o Corredor de Exportação chegou à casa das 16 milhões de toneladas exportadas.
O Silo Público, que faz parte do Corredor de Exportação, é o melhor exemplo de como esta série de recordes alcançados faz parte de uma soma de investimentos em produtividade e do estreitamento da relação do porto com os clientes. 
Em 2015, a movimentação no Silão atingiu o recorde de 3 milhões de toneladas durante o ano, mais de 20% acima do recorde anterior. O Silão é o local onde os pequenos e médios produtores podem armazenar suas cargas enquanto aguardam para exportá-las, mesmo que não estejam vinculados a alguma grande cooperativa ou multinacional graneleira. 
PORTO DE ANTONINA - Antes relegado, o Porto de Antonina também atingiu novos patamares de operação. Até 2011, o máximo que o porto tinha conseguido movimentar em um período de um ano era pouco mais de 1 milhão de toneladas, volume registrado em 2004. De 2005 a 2010, o resultado foi ainda pior – a média de movimentação ficou em 480 mil toneladas anuais. Entretanto, de 2011 a 2015, o porto deixou de ser subutilizado e voltou a ter um papel importante no comércio exterior paranaense, com uma média anual de movimentação de 1,4 milhão de toneladas, um resultado três vezes superior ao alcançado nos anos anteriores. 
Mais do que isso, a movimentação de cargas se dinamizou, com a retomada, em 2015, da exportação de açúcar pelo terminal, complementando a atividade de importação de fertilizantes. 

segunda-feira, 28 de dezembro de 2015

Homem é preso em Canoas com armamentos e fardas da Polícia

Do Correio do Litoral: Carabinas, munição e fardas de verão da Polícia Militar foram apreendidos na madrugada de sexta-feira (26), em uma casa em Canoas, em Pontal do Paraná.
De acordo com o comandante do dia na subárea de Pontal do Paraná, aspirante Michel Kaiel, uma chamada via 190 referente à ameaça por arma de fogo foi recebida por volta das 4h50. “Imediatamente seguimos ao local e encontramos o cidadão suspeito na frente da casa indicada, na rua Caboré, onde o abordamos”, conta. O homem, de 39 anos, não teve a identidade divulgada.
“A residência estava repleta de munições, materiais para recarga, armas e outros objetos. Foi um trabalho árduo, tendo em vista que o material estava escondido em diversas partes da residência, algumas sobre o armário”, explicou. “O que chama a atenção é o número de munições e os calibres, alguns restritos às forças armadas”, relata o aspirante.
As supostas vítimas reconheceram o ameaçador ainda no local da ocorrência e seguiram à Delegacia de Ipanema para formalizar o fato. “Outro fato que chama bastante a atenção são as peças do fardamento encontradas, pois são restritas aos policiais militares e não podem ser utilizadas por outras pessoas, agora a Polícia Civil vai investigar como as peças chegaram até ele”, informa Kaiel.
Participaram da ação de prisão e apreensão, policiais militares dos 7º, 13º, 3º batalhões de área e do Batalhão de Polícia de Guarda (BPGd) atuantes no “Verão Paraná”, na subárea Pontal do Paraná.
Materiais apreendidos – Na casa foram encontrados as seguintes munições: calibre 16 (duas intactas); calibre 24 (cinco intactas e 13 deflagradas); calibre 28 (sete intactas é uma deflagrada); calibre 32 (duas intactas e quatro deflagradas); calibre 36 (duas intactas e uma deflagrada); calibre 357 (uma intacta); calibre .38 (oito intactas e 52 deflagradas); calibre .762 (uma intacta); calibre .25 (três intactas);
A PM também localizou uma luneta; quatro coldres; duas coronhas de espingarda; um mecanismo de espingarda; um cinto de cartucheira; uma espingarda de pressão 4.5; uma espingarda CBC cal 32; uma espingarda calibre 36 (sem marca e sem número); uma espingarda calibre 32 (sem marca e sem número); 22 maços de cigarros, uma balança de precisão e as peças do fardamento.

domingo, 27 de dezembro de 2015

Jovem saca arma e atira para o alto em Matinhos

Da Banda B: Um revólver calibre 38 (com três munições intactas e três deflagradas) foi aprendido por policiais militares em Matinhos, neste domingo (27/12). “Estávamos patrulhando pelo bairro Sertãozinho quando ouvimos disparos de arma de fogo eseguimos o estampido“, conta o Coordenador de Policiamento de Unidade (CPU) que efetuou a prisão juntamente com o soldado Cavalheiro.
suspeito2
Arma de fogo apreendida com suspeito (Foto: PMPR)
De acordo com as informações, no momento da abordagem, por volta das 8h15, o homem de 18 anos, estava em via pública, na Rua José Artur Zanlutti, E quando viu os policiais largou uma mochila no chão. “Quando verificamos o conteúdo dela, encontramos a arma de fogo com três munições íntegras, as outras ele havia acabado de usar; disse que atirou para cima porque estava nervoso com os problemas familiares”, conta Pazza.
Ainda segundo o aspirante, o rapaz contou ter cometido outros crimes. “Nós últimos tempos ele estaria cometendo roubo de carros em Curitiba, e quando ainda era adolescente, conforme nos confessou, teria participado do homicídio do seu tio em 2011, além de outros crimes como furtos e roubos, especialmente de veículos”, revela o aspirante. Também estavam com ele R$110,00.
Após a prisão, o rapaz juntamente com arma de fogo e o dinheiro apreendidos, foi encaminhado à Delegacia de Polícia Civil de Matinhos para as medidas de polícia judiciária.

Polícia prende quadrilha com celulares e tablets furtados no litoral

A Polícia Civil prendeu quatro pessoas suspeitas de cometer um crime de furto em Praia de Leste. Em menos de 24 horas, os policiais conseguiram recuperar aproximadamente 14 celulares e três tablets, que foram levados de uma loja de eletrodomésticos.
Robert Constantino dos Santos, 26 anos, Claudemir Paulino da Silva, 26, Ana Carolina Machado Miranda Fonseca, 23, e Larissa Ferreira Serpa, 18, que estavam com a posse das mercadorias, foram presos em flagrante por receptação e associação criminosa.
De acordo com investigações, o quarteto é suspeito de cometer diversos furtos e roubos de cofres no Município de Paranaguá. Um aparelho MP4, roubado durante o assalto a uma casa paroquial, também foi encontrado com os suspeitos.

sábado, 26 de dezembro de 2015

2° Boletim de Balneabilidade do litoral

O segundo boletim de balneabilidade da temporada, divulgado pelo Instituto Ambiental do Paraná (IAP), nessa sexta-feira (25), aponta que apenas três pontos dos 47 monitorados noLlitoral do estado estão impróprios para banho. Os locais impróprios são: a Ponta da Pita, em Antonina; o rio Nhundiaquara na altura do largo Lamenha Lins, e o rio Marumbi, próximo à Ponte Estrada Anhaia, ambos em Morretes.

Já no Interior, apenas um dos 16 locais monitorados pelo IAP é considerado impróprio para banho. O Reservatório de Capivara, em Primeiro de Maio, região metropolitana de Londrina, apresenta floração de algas na região, o que ocorre pelo excesso de matéria orgânica e nutrientes na água e afeta as condições de balneabilidade.

Policiais Civis de SC e PR trabalham em conjunto e refém é resgatado de cativeiro em Pontal

Na sexta-feira (25/12/2015), a Polícia Civil do Paraná (PCPR) prestou apoio à Polícia Civil de Santa Catarina (PCSC) no resgate de uma vítima de extorsão mediante sequestro que ainda estava sendo feita de refém pelos sequestradores.
A ação coordenada pela Polícia Civil de Santa Catarina ocorreu em Pontal do Paraná e resultou no resgate da vítima sem ferimentos e na prisão de 03 sequestradores. Também foi apreendido um dos veículos utilizados pelos sequestradores.
De acordo com informações da Polícia Civil de Santa Catarina, o início do sequestro ocorreu na tarde de 10 de dezembro. Por volta de 16h20, criminosos entraram na casa de um empresário aposentado, em São João Batista - SC, e o levaram como refém sem roubar nada.
Após 15 dias de investigações da Polícia Civil catarinense, foi possível localizar o cativeiro e, em conjunto com policiais civis do Grupo TIGRE da PCPR, conseguiram resgatar o empresário de 75 anos, na cidade de Pontal do Paraná. Ele retornou para Santa Catarina acompanhado pela equipe da Diretoria Estadual de Investigações Criminais (DEIC) da PCSC.

quinta-feira, 24 de dezembro de 2015

Pontal do Paraná e IAP não se entendem sobre limpeza de canais

Da Gazeta do Povo: A prefeitura de Pontal do Paraná, trava uma “batalha” com o Instituto Ambiental do Paraná (IAP). O município reclama da burocracia enquanto aguarda uma autorização ambiental para limpar os nove canais de drenagem que cortam o município. O IAP, por sua vez, diz que em julho requisitou a documentação técnica necessária para conceder a autorização, e até agora não obteve resposta. E a obra não sai do papel.

 A limpeza poderia ter minimizado os danos causados pelas fortes chuvas que atingiram a região, no último fim de semana, na opinião do secretário de Recursos Naturais de Pontal do Paraná, Fernando Marzo. A água, que ficou represada, poderia ter escoado com maior facilidade para o mar com os canais limpos.
“A prefeitura vem fazendo pedido dessas licenças há quase um ano (...) eu espero que o governo ou o responsável pelo IAP tenha o mínimo de sensibilidade e possa nos permitir a limpeza destes canais o mais rápido possível, sem burocracia”, reivindica.
Pelos registros do IAP, o pedido do município foi protocolado só em julho deste ano. Na ocasião, “foi feita uma vistoria por um técnico e verificada a necessidade de documentação complementar”, explica o coordenador da Operação Verão pelo IAP, Doraci Ramos de Oliveira.
Na tarde de terça-feira (22) o órgão realizou mais uma vistoria no local, e verificou que a situação de julho persiste. Segundo Oliveira, os documentos faltantes não são meramente “formais”, e sim de natureza técnica.
Caso o município apresente a documentação solicitada pelo IAP, o processo deve levar cerca de uma semana para ser analisado pelo Instituto, segundo estimativas. De lá, segue para o Conselho de Desenvolvimento Territorial do Litoral do Paraná.

Chuveirinhos com água do mar são instalados nas praias

Divulgação/SaneparDo Paraná Portal: A Companhia de Saneamento do Paraná (Sanepar) deve instalar 60 duchas para banho em pontos de maior movimento de veranistas nas praias de Guaratuba, Matinhos e Pontal do Paraná. A chuveirada é gratuita e faz parte do projeto “Chuá”, que busca reduzir o consumo de água tratada e dar conforto aos banhistas.
“O primeiro banho, para retirar a areia e o sal do corpo, pode acontecer na praia mesmo. No Chuá, utilizamos a água do mar”, explica a gerente de educação socioambiental da Sanepar, Lílian Pérsia de Oliveira. Este é o terceiro ano que a Sanepar faz a instalação das duchas no Litoral.
A água utilizada na ducha é tratada com cloro e filtrada com carvão ativado, fazendo com que ela tenha 95% menos sal, 99% menos bactérias e coliformes e um pH 10% menor do que a água do mar. A Sanepar alerta que, embora seja uma ótima forma de eliminar a areia e o sal, a água das duchas não é própria para beber.
Obra
As duchas têm uma bomba de acionamento manual e são de fácil utilização, permitindo banhos contínuos de até dois litros. Com menos sal e pH neutro, próximo ao da pele humana, a água traz a sensação de ser doce e é agradável ao contato. Cada chuveiro tem capacidade para até 600 banhos por dia. Depois de utilizada, a água é devolvida ao mar.
Serão instalados chuveiros em 10 pontos: em Guaratuba, na Praia do Cristo, na Praia Central e em Caieiras; em Matinhos, na Praia Mansa, em frente ao Mapping, em frente à Casa do Camarão e em frente ao edifício Top Line. Em Pontal do Paraná, as duchas serão instaladas na entrada principal da Praia de Leste, na entrada principal de Ipanema e em frente ao posto dos bombeiros em Pontal do Sul. Em cada ponto, devem ser instalados de três a oito chuveiros, conforme a movimentação. Os chuveiros funcionarão diariamente das 9h às 19h.
Obra
A instalação das duchas dispensa uso de materiais como cimento, areia e ferro e a utilização de bombas, energia elétrica e combustível. Os chuveiros são feitos de material reciclável, não precisam de manutenção a curto prazo, são duráveis e resistentes aos ventos e à salinidade.
Para a atividade, foram contratados 30 agentes de educação ambiental, que irão atuar nos pontos onde os chuveiros foram instalados. “Demos preferência à mão de obra local porque entendemos que as pessoas do lugar são as que mais entendem a dinâmica de como funciona a temporada na praia e muitas já participaram de atividades semelhantes”, explica a gerente.
Eles receberam treinamento e irão ajudar os banhistas com o funcionamento das duchas. Também vão distribuir cartilhas educativas e informações sobre uso racional da água, limpeza de caixa-d’água e separação de resíduos. Os agentes estão preparados para explicar a respeito dos serviços da Sanepar.

sábado, 19 de dezembro de 2015

Pontal do Paraná é a cidade que mais gerou emprego no estado

Resultado de imagem para techint pontalDa Gazeta do Povo: Ao todo, o estado cortou quase 30 mil vagas formais de janeiro a novembro. Mas saldo ainda é positivo em 214 municípios.

O Paraná cortou quase 30 mil empregos com carteira assinada de janeiro a novembro. A lista de cidades em que o saldo é positivo encolhe a cada mês, mas ela ainda é maior que o rol de municípios onde houve mais demissões que contratações desde o início do ano.
Conforme dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), dentre os 399 municípios do estado, em 214 o número de admissões supera o de desligamentos.

Em cinco cidades o saldo é neutro, ou seja, o total de postos fechados ao longo do ano é igual ao de abertos. Nas outras 180, a diferença entre contratações e demissões ficou negativa.
Pontal do Paraná, que abriga um estaleiro da Techint, lidera a geração de empregos no estado, com pouco mais de 2 mil postos criados desde janeiro, já descontadas as demissões.

Curitiba, por outro lado, é a cidade que mais demitiu. Na capital, o número de empregos com carteira assinada caiu mais de 19 mil neste ano.
Confira abaixo os municípios com os maiores e os menores saldos de empregos formais, segundo o Caged:

SALDO POSITIVO
As dez cidades que mais geraram emprego

Pontal do Paraná: 2.016 vagas

Matinhos: 1.356
Matelândia: 1.296
Medianeira: 1.292
Ortigueira: 1.057
Araucária: 1.036
Paraíso do Norte: 1.014
Telêmaco Borba: 708
Pato Branco: 653
Cambará: 555

SALDO NEGATIVO
As dez cidades que mais fecharam vagas

Curitiba: -19.354 vagas
São José dos Pinhais: -5.411
Arapongas: -2.422
Pinhais: -1.549
Apucarana: -1.363
Rolândia: -1.265
Quatro Barras: -1.079
Colombo: -1.060
Ponta Grossa: -1.053
Toledo: -766